Notícias da Ocupação do MTST: militantes estão acorrentados no Ministério das Cidades

Por Laila Maia Galvão

O B&D está acompanhando, desde sexta-feira, dia 15 de julho, a ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) em terreno localizado à margem da BR-070. As famílias ocupantes reivindicavam políticas habitacionais efetivas e lutavam em prol direito à moradia, de acordo com a nota publicada pelo Movimento.

Hoje, pela manhã, por volta das 9h da manhã, auditores da AGEFIS (Agência de Fiscalização do DF), acompanhados por policiais militares, e com vários tratores e caminhões, destruíram toda a ocupação, desmontando inclusive a cozinha. Nada sobrou. As famílias tiveram que retirar seus pertences às pressas. Cabe ressaltar que essa operação ocorreu sem o respaldo de autorização judicial!!

Nesse momento, o MTST ocupa o Ministério das Cidades como forma de pressionar o governo para que a demanda de moradia seja devidamente atendida, conforme negociado e acertado anteriormente. Abaixo, segue a nota publicada coordenação nacional do Movimento:

Nota da Coordenação Nacional do MTST

Por quê nos acorrentamos no Ministério das Cidades?


Na última sexta-feira, 15 de julho, 400 famílias organizadas pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) ocuparam uma área em Ceilândia no Distrito Federal, próximo a BR 070, caminho para Águas Lindas – GO.

A ocupação se deveu ao fato do não cumprimento, por parte do Governo do Distrito Federal e do Ministério das Cidades, após dezenas de reuniões, não terem honrado com os acordos estabelecidos em junho de 2010, na qual ambos os órgãos se comprometeram a atender as famílias que ocupavam um terreno na Brazlândia.

Após um ano sem cumprimento do acordo, não restou outra alternativa às famílias, se não organizar esta ocupação na Ceilândia para chamar a atenção das autoridades de Brasília.

Rechaçamos o autoritarismo do Governo do Distrito Federal ao efetuarem o despejo das famílias na última segunda-feira, 18, sem nenhuma negociação prévia e sem autorização judicial.

Rechaçamos também as ameaças em reirar do cadastro do CODHAB as famílias que acamparam por dois dias no Palácio do Buriti, pois esta atitude além de ser autoritário é ilegal.

Diante do exposto, não nos restou outra saída, se não o acorrentamento em frente ao Ministério das Cidades para exigir abertura das negociações e o cumprimento do acordo realizado em 2010 entre o Ministério das Cidades, pela pessoa do então ministro, Sr. Márcio Fortes, o Governo do Distrito Federal e as famílias organizadas pelo MTST.

Coordenação Nacional do MTST

Fonte: http://www.mtst.org/

 

Anúncios

Uma resposta em “Notícias da Ocupação do MTST: militantes estão acorrentados no Ministério das Cidades

  1. Pingback: Notícias da Ocupação do MTST: militantes estão acorrentados no Ministério das Cidades | Política Urbana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s