Quem somos

O grupo político Brasil e Desenvolvimento surgiu por iniciativa de estudantes da Universidade de Brasília e trabalha por um projeto de transformação profunda do país. Para o grupo, essa transformação, que deve ser planejada, não tem outro nome senão: Revolução. Crer nessa revolução é lutar por uma nova política, mais inclusiva e participativa, mais justa e mais humana.

Para nós, o debate sobre desenvolvimento está situado muito além do crescimento econômico, passando por empoderamento social, inclusão e cidadania. Queremos apresentar uma nova visão de mundo, uma nova alternativa de esquerda para o Brasil. Construir esse novo senso comum emancipatório é romper com a ideologia dominante, é inundar o espaço publico com novas ideias, é imaginar para revolucionar.

Para conhecer melhor as ideias-força que guiam a atuação do grupo, leia a nossa Carta de Fundamentos, que apresenta de modo sintético a nossa visão política, em cinco seções: “Poder popular”, “Democracia participativa”, “Novas alternativas econômicas”, “Revolução-processo” e “Nova esquerda: socialismo criativo como ponto de partida”.


Veja aqui os documentos produzidos pelo grupo, com análises e tomadas de posições sobre temas políticos de relevância.

26 respostas em “Quem somos

  1. Muito bom… Identifiquei bem as instituições que precisam ser mudadas à medida que lia: o judiciário, a legislação trabalhista, os processos de licenciamento, os procedimentos para abrir e fechar uma empresa, o sistema previdenciário, o político, o modelo agropecuário, que deve ser mais cooperativista, enfim, gerar um clima favorável ao trabalho, aos negócios, e o resto acontecerá endogenamente….. Tudo ce bom…

  2. Pingback: Curso de Formação Política B&D – Por uma revolução planejada « Blog do Paraná

  3. Pingback: Curso de Formação Política Brasil & Desenvolvimento – Por uma revolução planejada « Liberdade Política

  4. Muito boa explanação. Vejo jovens interessados em um projeto de desenvolvimento nacional. Quais são os meios que o grupo dispõe para mobilização? São realizadas audiências?

  5. Parabéns pela iniciativa. Sabe, as vezes quem não toma atitude fica enchendo o saco de quem toma. Foda-se o molde que vcs adotam pra se organizar e expressar ou de que fonte vocês bebem intelectualmente!!
    Sou de Botucatu-SP, a msg de vcs chegou aqui e tá fazendo a galera refletir com bom humor!

  6. Vou contar quem são vocês. Um engôdo de pessoas estúpidas, que lêem coisas imbecis, facilmente cooptadas por idéias simplistas, que nunca estiveram em uma situação real dentro da política para saber realmente o que acontece. Isso fica evidente nos vídeos que fizeram, quando usaram frases altamente contraditórias, como acusar o Serra de ser privatista, enquanto seu Governo sucateia o ensino público (é só olhar a própria UNB, que é a menina dos olhos por estar em Brasília). Dizer que o grupo que estava com a Ditadura está com ele é outro absurdo. Não se iludam, se hoje existe ascensão social nesse país não é por causa da Dilma ou do grupo dela, é um processo desencadeado muito antes. Mas não tenham dúvidas, a involução política é cada vez maior. Não considero o Serra ou o PSDB os melhores candidato e partido respectivamente, mas ainda assim acredito que devam ter a oportunidade de governar o país, coisa que o PT teve e fez muito pouco perto do que poderia (atentem para o nexo relacional). Que tal vocês deixarem de usar toda essa criatividade para defender interesses de um grupo político, para fazerem algo que realmente ajude a nação? A não ser que as carteirinhas de vocês estejam carimbadas pela UNE/PCdoB ou pelo PT. Aí assumam suas verdadeiras motivações e saiam dessa cortina de boas intenções.
    Se acreditam em princípios democráticos, mantenham esse comentário publicado.
    Abraços
    João Paulo

    • Interessante seu comentário infelizmente parei de ler nos “entupidos” e “imbecis” do seu texto, não se defende uma idéia diminuindo a outra com insultos, é baixo de mal gosto e inútil. Em resumo não serve pra nada…pena desperdiçou um espaço onde poderia colocar algo que valesse a pena ler…

  7. Caro João Paulo

    Você diz que é a favor do Serra.
    O pessoal que fez o video (e eu) somos contra o Serra.

    É simples assim, nada mais democrático.

    Ser suprapartidário não significa deixar de tomar posições na vida.

    Sim, é pelo interesse de um grupo político: a Multidão.

  8. Uhul!!
    Prezados militantes gostei e aprovo o site, é como diria Martin Luther King “o que me preocupa não é o grito dos maus, é o silêncio dos bons.

  9. Boa tarde, Pessoal,

    Sou de Paraíso do Norte – PR, estudante de Agronomia da ESALQ/USP e gostaria de Parabenizá-los pelo site e pelos vídeos.Muito bons.
    Eu fiz um vídeo apontando mais um motivo para votar no serra.Tem algum e-mail pelo qual eu possa enviar para alguém colocar no You Tube, porque eu não tenho conta.

    Um abraço!

  10. Transformar o país pode começar em simples atitudes, e uma delas é a de cooperar com a boa leitura. Atitude revolucionária, uma vez que grande parte do nosso Brasil não tem a tradição de zelar pela legibilidade e pelos bons costumes de design.
    Ler um texto extenso, em caixa alta, tamanho pequeno e entrelinhas tão espaçadas é extremamente penoso, como se o conteúdo já não fosse vago e sofrível o suficiente. E tudo em troca de um estilo pretensioso, pra tentar não parecer mais uma página de texto comum.
    Criar uma massa de seguidores que gasta um grande tempo e energia e criatividade defendendo uma piada ao invés de realmente se preocupar em educar e instruir sobre as ações de ambos os governos em questão é um caminho tão fácil quanto perigoso. É movimentar um bando de gente que não sabe o que ataca e só se preocupa em passar a chacota adiante – uma multidão desgovernada sem formação de fato intelectual, que fica na superficialidade e no simplismo, como disse João Paulo acima.
    Infelizmente, ao contrário de educação e saúde, sarcasmo não é para todos.

  11. Não sei se alguém aqui conhece mas gostei bastante do livro:

    “O Brasil não é para amadores” Belmiro Valverde Jobim Castor

    Um livro curto que conta a história das instituições no Brasil e as várias tentativas de reformá-las. Daí termos essa variedade de instituições públicas por aí (autarquias, fundações, agências, etc …).

    Me ajudou a entender melhor porque o Brasil é do jeito que é.

  12. Olá, recebi o link para um vídeo de vocês, o primeiro, achei divertido – e faz a campanha que eu apóio, anti-Serra e não pró-Dilma, ainda que implique no voto útil nesta.
    Vi que amanhã (26/10) tem nova sessão de filmagens, começo então com a sugestão de crônica que escrevi ontem, “Saudades do Tiririca”, que pode dar algumas idéias de porque votar em Serra, como “porque eu quero outra eleição como a de 1989”: http://comportamentogeral.blogspot.com/2010/10/saudades-do-tiririca.html
    A outra coisa que queria comentar com vocês. Sou idealizador, um dos puxadores, integrante do Comitê de Organização Inexistente e Editor de uma revista eletrônica de “artes antiartes heterodoxias”, a Casuística (www.casuistica.tk). Li a carta de apresentação de vocês. Ainda que tenha pontos que discorde, achei bem interssante, e penso que vocês teriam muito com o que contribuir – principalmente, mas não só – na vertente heterodoxa – coletiva e individualmente.
    Faço, então, o convite para vocês participarem da revista, se possível já da próxima edição (ela é semestral), cujo fechamento é mais ou menos agora no início de novembro.
    Ah, detalhe, a Casuística não é nenhum coletivo, é aglomeração. Não tem corrente definida, proposta de partido, coisas do gênero. Mais informações, mais detalhes, estamos disponíveis: casuistica@riseup.net
    Espero poder contar com vocês na Casuística.
    Saudações! E Serra lá… lá na pqp!
    Dalmoro

  13. Voces apoiam a Dilma? Realmente nao conhecem nada de politica. Sei muito bem que a ideologia do PT apela para estudantes universitarios como nos. E nao acho que o governo Lula foi pessimo. Porem como alguem que ja teve contato direto com Dilma e a ma qualidade de gestao publica do PT e estatais em geral, sinto lhe informar que o Brasil vai bem, mas poderia estar muito melhor.
    Em minha modesta opiniao o crescimeto do pais nao se deve aos esforcos do presidente, mas sim ao crescimeto Chines e o proprio aquecimento do mercado nacional, nao gracas a programas politicos como o PAC que buscam atencao com pomposas propostas que nao sao compridas.
    Infelizmente o nosso pais nao tem um candidato a nossa altura, porque nem Serra e nem Dilma sao qualificados para o cargo mais importante do pais.
    Espero que possamos crescer com mais eficiencia e com menos politicos que pregam o populismo e enchem o bolso de dinheiro publico.
    Obrigado.

  14. Sugiro que façam um novo layout do texto “Quem Somos” , pois, o tipo de fonte com o tamanho muito pequeno, com todas as letras estarem em “caixa alta” e com espaçamento entre as linhas muito grande, atrapalham a leitura e cansa o leitor, independentemente do conteúdo do texto. Acredito que o grupo possa agregar um novo membro na área de letras, que poderá fazer as correções ortográficas e organizar as frases para ficarem mais claras. Considero importante que, também, agreguem alguém da filosofia para reforçar os objetivos do grupo, explicitando-os como elementos ideológicos de uma nova forma de “pensar-agir” em nossa sociedade.
    Abraço🙂

  15. Muito bom, mas, falta também a referência ao pensamento revolucionário da metodologia de ensino do Paulo Freire, que foi membro recente (no fim da ditadura) do conselho diretor da UnB e que foi nomeado recentemente patrono da educação no Brasil. “Pedagogia do oprimido”, para conscientizar e formar o cidadão, não só letrar…
    Valeu, em frente.

  16. Não sabia desta revista. Vim conhecê-la hoje porque chegou em minha vista um nota intitulada “Não à criminalização do Grupo Brasil e Desenvolvimento, pela liberdade política”. Superinteressante. Gostei muito da proposta do grupo.

  17. Juiz de Fora – 24 setembro 2015
    Ilmº João Telésforo & demais Brazilíndios

    Compartilho totalmente com a mensagem do SITE. Convido todos estudantes da UnB a assinarem um requerimento com muito amparo legal dirigido ao Prefeito BRUNO SIQUEIRA de Juiz de Fora (17/9) visando debater a questão da dívida pública (Externa & Eterna), a democratização da comunicação através do ‘FÓRUM BRAZILÍNDIO – Comunicação global” cujo objetivo mais amplo seria debater os 40 capítulos da Agenda 21.

    Com 50 anos de experiência prática no Direito Administrativo/Constitucional, defensor das minorias étnicas, em particular as indígenas, criador de “GNOSOS, o Espírito da ECO”, tendo participado do Fórum Global ’92 (Rio – 1992/1995), Fórum Social Mundial (PA), RIO+20, 1ª CONFECOM, Seminário Internacional de Diversidade Cultural (Brasilia – Hotel Meliá, 2007) + 200 eventos relacionados à COMUNICAÇÃO – ECOLOGIA – DIREITOS HUMANOS – EDUCAÇÃO – CULTURA. Parceiro do “PROJETO EXODUS – Um mundo para todos”, do filósofo LUIS AUGUSTO WEBER SALVI (LAWS). Sugiro neste primeiro contato consultar através da INTERNET a extraordinária obra deste filósofo futurólogo da cidade de PORTO ALEGRE/RS. Entre muitos sites destaco “A REVOLUÇÃO DO MEIO – A verdadeira transformação social”.

    Da cidade que desencadeou (precipitou) o golpe militar, ora interessada num ‘golpe’ CULTURAL (2016), aguardo sua resposta.

    LUTANDO PELO DEVER LEGAL
    SENTINELAS DA LEI

    MILTON LEITE BANDEIRA
    CONSULTOR 3º SETOR BRAZILINDIO
    DEFENSOR DIREITOS HUMANOS
    PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DE DEFESA DO DIREITO DA ARTE E CULTURA (ASSDAK) – Fone – 32 – 3237-9365
    miltonlbandeira@yahoo.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s