Castells em Barcelona: Medrosos de todo mundo, uni-vos pela rede!

Castells, o téorico das redes

Por Edemilson Paraná, do Blog do Paraná

A frase é de Manuel Castells – um dos maiores teóricos da Comunicação da atualidade – na palestra “Comunicação, poder e democracia” que proferiu em Barcelona na #acampadabcn em 27 de maio desse ano.

Parafraseando o dito imortalizado no Manifesto do Partido Comunista de Karl Marx, disse Castells:

“Precisamos superar o medo para imaginar uma nova sociedade. Se eu tivesse um slogan por um momento, ele seria: medrosos de todo o mundo, uni-vos pela rede! Vocês não tem nada a perder a não ser seu proprio medo”.

Na palestra, reproduzida nos quatro vídeos abaixo, Castells fala da crise representativa das instituições políticas no ocidente -e do vazio entre a política e sociedade- para advogar em favor da busca de modos alternativos, mais democráticos e inovadores, de participação cidadã. Para ele, movimentos como os que tomaram a Espanha e outros países recentemente são produtos de uma insatisfação extremamente necessária nessa construção.

O autor acerta em cheio no diagnóstico. Tenho dito que pensar a democracia para além do voto não é mais coisa de “esquerdista radical”, é coisa de gente que enxerga o óbvio. Algum partido brasileiro está enxergando isso? Não. O próprio Castells explica o porquê:

“É necessário levar para as ruas daqui e de todo o mundo a ideia de que é necessária uma reconstrução da democracia. Não uma destruição, mas um reconstrução da democracia. Mas essa reconstrução não pode ser realizada pelos os que representam a democracia neste momento, porque isso vai contra o seu interesse enquanto grupo profissional, enquanto grupo político e se há algum político bem intencionado dentro de um partido ele é logo podado. Então o problema não é meramente individual – desse ou daquele político – mas de um sistema entranhado por interesses poderosos. É esse sistema que está bloqueando as mudanças”.

Em tempos de discussão da reforma política no Brasil vale o questionamento. Quais interesses estão bloqueando as grandes mudanças? Se as instituições – incluídas aí os partidos políticos – já não dão conta de absorver e dar resposta aos anseios e angústias dos indivíduos (que por vezes sequer podem ser chamados cidadãos), um novo modo de fazer política surge no horizonte. Como será essa nova política? Isso dependerá apenas de nós. Não temos nada a perder a não ser o nosso medo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Mobilização, politics e marcado , , , , , por Edemilson Paraná. Guardar link permanente.

Sobre Edemilson Paraná

Edemilson Paraná é sociólogo e jornalista formado pela Universidade de Brasília (UnB), pós-graduado em Marketing e Comunicação Digital (IESB), mestre e doutorando em Sociologia pela UnB, com período sanduíche na SOAS – University of London. Trabalhou como assessor de imprensa na Câmara dos Deputados, no Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Como repórter, cobriu política no Congresso Nacional para o portal UOL e Blog do Fernando Rodrigues (Folha de S.Paulo). Como freelancer, escreveu para a Mark Comunicação e para a revista Gestão Pública e Desenvolvimento. Atuou como pesquisador-bolsista no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) no projeto Sistema Monetário e Financeiro Internacional (2015-16). Além de trabalhos acadêmicos publicados nas áreas de Sociologia Econômica, Economia Política e Teoria Social, é autor do livro A finança Digitalizada: capitalismo financeiro e revolução informacional (Insular, 2016). Também publica intervenções sobre economia e política em sítios como Blog da Boitempo, Carta Capital, Congresso em Foco, Outras Palavras e Brasil em 5.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s