Uma ocupação contra podres poderes.

Por Gabriel Santos Elias

A população indignada com seus governantes faz pressão. Não há muitos meios. Protesta. As recentes imagens veiculadas por toda a mídia passam a impressão de um aparato estatal podre. O governador José Roberto Arruda, o Vice Paulo Octávio, vários de seus secretários e pelo menos dez parlamentares da Câmara Legislativa contracenam com pilhas e pilhas de dinheiro de um fabuloso esquema de corrupção.

Um protesto em frente à Câmara Legislativa, centenas de pessoas, indignação. Em uma ação espontânea, mobilização para entrar na casa do povo. O caixão do DCE da UnB está lá, o mesmo que arrombou a porta do gabinete do reitor, que esteve nos protestos do Fora Sarney, também estava lá exigindo a saída do Governador Arruda. Esse é o caixão que estilhaça a porta de vidro da casa. Após um empurra-empurra a multidão entra finalmente e ocupa o Plenário da Câmara.

Mas por quê a Câmara dos Deputados? Por quê uma ocupação?

O poder legislativo deveria ser o mais próximo do povo. No caso do DF são 24 representantes da população. No executivo votamos em apenas um. No judiciário, nenhum. A Câmara Legislativa deve ser a casa do povo. De onde emana o poder popular na construção plena da democracia e da cidadania.

Diante dos casos de corrupção do Governador Arruda, seu vice e seus secretários, de lá deveria vir a manifestação da indignação dos cidadãos do Distrito Federal. Mas como? Dez dos parlamentares estão envolvidos nesse mesmo caso de corrupção. Apenas quatro ou cinco são de oposição ao atual governo. No judiciário votos foram comprados por Arruda para favorecer seu então parceiro Roriz. No executivo, nem é preciso dizer…

Ocupamos a Câmara Legislativa do DF porque queremos de volta o poder do povo! É uma livre manifestação do poder popular diante de podres poderes que não podem ser reconhecidos por sua população.

“Enquanto os homens
Exercem seus podres poderes
Morrer e matar de fome
De raiva e de sede
São tantas vezes
Gestos naturais

Eu quero aproximar
O meu cantar vagabundo
Daqueles que velam
Pela alegria do mundo…”

Com a ocupação estamos dizendo que não achamos natural e não concordamos com o que está acontecendo na esfera de poder institucional do nosso Distrito Federal. A ocupação da Câmara Legislativa é um local simbólico para uma campanha que deve se alastrar por todas as ruas, feiras, praças, escolas e empresas de nossas cidades. A Câmara Legislativa, desde a ocupação chamada de Assembleia Popular, deve servir como um ponto de articulação para todos os manifestantes que queiram aderir a essa campanha.

Na ocupação, desde o primeiro dia, estamos organizados em quatro comissões para gerir autonomamente o espaço, são elas as de logística, comunicação, segurança e mobilização. Fazemos a limpeza do espaço duas vezes por dia, separamos o lixo orgânico do lixo seco. Dependemos de doações para nos mantermos na ocupação, principalmente de alimentos. Realizamos pelo menos uma grande reunião por dia para discutir o processo de ocupação e as ações que realizaremos ao longo dos dias.

A cada dia aparece mais gente curiosa, empolgada, indignada, querendo saber como ajudar. Agora, o que precisamos mais mesmo é que essas pessoas indignadas passem na Câmara Legislativa, vejam nosso calendário de atividades dos próximos dias, agregue mais três ou quatro pessoas para ir panfletar na rodoviária, passar nas escolas, organizar uma manifestação em algum lugar do DF.  A hora de mobilizar é agora.

“Será que nunca faremos
Senão confirmar
A incompetência
Da América católica
Que sempre precisará
De ridículos tiranos
Será, será, que será?
Que será, que será?
Será que esta
Minha estúpida retórica
Terá que soar
Terá que se ouvir
Por mais zil anos…”

Você que quer mudar de uma vez essa realidade, está indignado e não sabe o que fazer para derrubar todo esse governo corrupto, venha até a Câmara. Saiba quais são as ações que estamos planejando. Proponha novas ações. Leve sua mãe, seus tios, primos, amigos. Venha refundar a política do DF. É hora de começar de novo, a partir de um ponto que garanta o melhor para nossa população.

E amanhã, pleno domingão, vamos passar na Câmara e ver como articular o movimento para tirar o Arruda de uma vez por todas juntamente com sua máfia de assessores, parlamentares e empresários do Distrito Federal.

Para acompanhar melhor as notícias da ocupação da Câmara pelo Fora Arruda acompanhe o perfil do grupo no http://twitter.com/foraarrudaemafia , no blogue http://foraarrudaetodamafia.wordpress.com/ e na #radioweb: http://bit.ly/56mQ9h

P.S.: A apresentação da Banda Salve Jorge que deveria ter acontecido este sábado foi adiada para domingo. Participe, indigne-se e grite #ForaArruda!

Anúncios

Uma resposta em “Uma ocupação contra podres poderes.

  1. Pingback: Tweets that mention Uma ocupação contra podres poderes. « Brasil e Desenvolvimento -- Topsy.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s